Armadura de Deus: Cinto da Verdade!

Todo soldado precisa estar bem ajustado e ter agilidade na batalha, confirmando a importância da Armadura de Deus: Cinto da Verdade!

Pois imagine um soldado andando ou correndo na batalha, segurando as calças ou se sentindo apertado…

Mas, qual a importância do Cinto da Verdade?

Como ajusta-lo de forma correta?

Nesse artigo analisaremos com os olhos da fé, o que significa essa peça tão importante da Armadura de Deus.

Onde Está Escrito Sobre O Cinto Da Verdade?

O apóstolo Paulo escrevendo à igreja em Éfeso, cita sobre várias peças da Armadura de Deus e uma delas é o Cinto da Verdade:

“Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade”

(Efésios 6:14)

No início do versículo, já percebemos um verbo no imperativo “estai”, que revela uma ordem, dando uma ideia de pegar algo e se preparar para a batalha.

Também percebe-se a palavra “cingidos”, que no original grego é (περιζωννυμι) “perizonnymi”, que significa “prender as vestes com um cinto”.

Com isso, já se revela uma de outras funções do cinto de um soldado, que era prender as vestes, favorecendo a agilidade no campo de batalha.

Além disso, o cinto também servia para outras 2 funções muito importantes:

  1. Ajustar e assegurar a Couraça;
  2. Sustentar o suporte da Espada.

Portanto, além da sua função principal, o cinto também dava apoio à outras peças da armadura, sendo de extrema importância para qualquer soldado romano.

Vamos entender um pouco mais sobre essa peça…

Como Eram Os Cintos Dos Soldados Romanos?

Como-Eram-Os-Cintos-Dos-Soldados-Romanos

Os soldados romanos usavam um cinto chamado “cingulum” ou “cingulum militare”, que era geralmente feito de couro ou tecido resistente, como lã ou linho.

Também eram decorados com metal, como bronze ou ferro, para adicionar durabilidade e estilo.

Além disso, proporcionava apoio à parte inferior das costas durante longas marchas e combates.

Entretanto, vamos destacar mais 5 Curiosidades sobre os Cintos dos Soldados Romanos do primeiro século:

  1. Elemento Decorativo: Os cintos podiam ser decorados com placas de metal, às vezes com desenhos intricados ou relevos que retratavam cenas de batalha, símbolos militares ou motivos religiosos, que poderiam também demonstrar o status e a posição do soldado dentro da hierarquia militar romana.
  2. Função Prática: Além de segurar as peças da armadura no lugar, os cintos também tinham bolsas ou bolsos onde os soldados podiam armazenar objetos pessoais, como moedas, comida, ferramentas ou até mesmo pequenas armas adicionais, como facas de combate.
  3. Simbolismo Cultural: Tinha um significado simbólico na cultura romana, pois era visto como um símbolo de honra e bravura, e os soldados podiam receber cintos especiais como prêmios por bravura ou serviço distinto.
  4. Evolução ao Longo do Tempo: Ao longo do primeiro século, o design e o estilo dos cintos romanos mudaram gradualmente para refletir as mudanças nas táticas de combate e na moda militar. Alguns cintos, por exemplo, começaram a incorporar mais proteção para a região abdominal à medida que os soldados enfrentavam ameaças diferentes no campo de batalha.
  5. Legionários e Centuriões: Os cintos usados por diferentes classes de soldados romanos poderiam variar em estilo e qualidade. Por exemplo, os centuriões, que eram oficiais de alto escalão, frequentemente usavam cintos mais elaborados e luxuosos do que os legionários comuns.

Portanto, se um cinto comum, que usamos no dia a dia, não estando bem ajustado incomoda tanto, imagine para um soldado no campo de batalha…

Mas, agora à seguir, vamos analisar a parte mais importante dessa passagem da bíblia, a parte espiritual.

Ou seja, qual a mensagem espiritual, que realmente o apóstolo Paulo estava querendo transmitir com essa carta.

Para Que Serve O Cinto Da Verdade?

Para-Que-Serve-O-Cinto-Da-Verdade

O próprio nome do cinto já revela sua funcionalidade: A Verdade!

Que aponta para o Senhor Jesus, pois Ele mesmo afirmou, que é o Caminho, a VERDADE e a Vida!

Mas infelizmente, muitos cristãos tratam a verdade, como usam um cinto qualquer hoje em dia:

Como um mero acessório decorativo!

Com isso, vivem na mentira, que é a maior característica do diabo!

Pois foi exatamente isso, que o Senhor Jesus afirmou em um discurso muito duro contra a hipocrisia dos fariseus:

“⁴² Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.

⁴³ Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra.

⁴⁴ Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

⁴⁵ Mas, porque vos digo a verdade, não me credes.

⁴⁶ Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes?

⁴⁷ Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus.”

(João 8:42-47)

Ou seja, embora aqueles fariseus aparentavam viver de forma religiosamente perfeita, na verdade, viviam somente de aparência, uma mentira!

Quantos “cristãos” nos dias de hoje, também vivem numa mentira religiosa?

Pois carregam uma bíblia debaixo do braço, mas também carregam uma mágoa no coração.

Louvam à Deus com muitas palavras e belas canções, mas o coração está totalmente longe Dele e de Sua vontade.

Dizem que amam à Deus sobre todas as coisas, mas não amam o próximo como a si mesmos.

Afirmam serem amigos de Deus, mas querem também ser amigos do mundo.

Pouco falam com Deus através da oração, mas passam o dia inteiro falando com outras pessoas através do celular ou pessoalmente.

Com isso, nascem muitos escândalos e consequentemente nascem mais incrédulos, dificultando ainda mais o ganho de almas por esse mundo!

Fato de hoje, que muito acontecia na época do Senhor Jesus através dos religiosos…

Pois tinham uma “capa de santidade”, mas viviam uma mentira!

Você está vivendo uma fé de Verdade ou de Mentira?

Como Ajustar o Cinto da Verdade?

A Armadura de Deus precisa estar bem ajustada, para isso o Cinto da Verdade não pode, nem faltar e nem estar mal ajustado.

Por isso, viva sempre na verdade, sendo uma pessoa sincera diante de Deus, expressando sua real condição, com humildade e total dependência de Sua misericórdia.

Também, fale sempre a verdade, mesmo que sofra críticas e rejeições daqueles que vivem na mentira.

Pois, se a verdade não estiver bem ajustada no Soldado de Cristo, que você é, então colocará tudo à perder…

“¹ Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos.

² Porque, se a palavra falada por meio de anjos se tornou firme, e toda transgressão ou desobediência recebeu justo castigo,

³ como escaparemos nós, se não levarmos a sério tão grande salvação? Esta, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, depois nos foi confirmada pelos que a ouviram.”

(Hebreus 2:1-3 NAA)

Que Deus Abençoe a sua vida!

Compartilhe e abençoe alguém também…

0 0 votos
Avaliação do Artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários
0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
Rolar para cima