Quem foi Jonas?

Quem-Foi-Jonas-Na-Bíblia

Jonas é popularmente conhecido como o “Profeta Fujão”, porém foi um grande pregador em sua época!

Muitos o conhecem somente pela parte da história de que ele foi engolido por um grande peixe, porém trás grandes ensinamentos para nós hoje.

Nesse artigo você conhecerá quem foi Jonas, sua história e o que podemos aprender com esse profeta.

Qual a História de Jonas na Bíblia?

O Profeta Jonas era filho de Amitai, que veio de Gade-Hefer, que era uma simples aldeia de Zebulom.

Era um hebreu que viveu por volta de 8 a.C. um dos profetas menores, cujo o livro traz seu próprio nome.

Também viveu na mesma época de grandes profetas que já passaram neste mundo: Elias e Eliseu.

Há quem sugere que Jonas foi um dos filhos dos profetas descritos no livro de 2 Reis 6.

O Profeta Jonas foi convocado por Deus para uma missão desafiadora, pois era para ir pregar sobre a cidade de Nínive.

A princípio ele tentou fugir da presença de Deus, descendo para Jope, pagou um navio para uma viagem em direção a cidade de Társis.

Em meio a navegação sobreveio grande e forte tempestade, onde a embarcação estava comprometida.

Os marinheiros em busca de uma solução, perceberam que tinha algo de errado além do comum, quando encontram Jonas:

“E o mestre do navio chegou- se a ele, e disse-lhe: Que tens, dorminhoco? Levanta-te, clama ao teu Deus; talvez assim ele se lembre de nós para que não pereçamos.”

(Jonas 1:6)

Jonas reconheceu com muita humildade e arrependimento, afirmou que se lançassem ele ao mar, a tempestade cessaria.

Assim o fizeram, Jonas pagou um alto preço, sendo lançado no mar e depois engolido por um grande peixe.

Jonas Dentro do Grande Peixe

Não se sabe qual peixe foi, há quem diga que foi uma baleia, mas há muitas espécies marinhas que chegam a tamanhos exorbitantes.

Na Bíblia afirma que Jonas ficou 3 dias e 3 noites dentro do grande peixe, vivendo dias de muita agonia.

Agonia não só pela situação difícil vivida naquele momento, mas pela dor de saber que tinha desobedecido uma ordem direta de Deus.

De dentro do grande peixe, Jonas faz uma oração profunda e sincera, demonstrando grande arrependimento à Deus.

Deus vendo seu arrependimento o perdoou:

“Falou, pois, o Senhor ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra seca.”

(Jonas 2:10)

Jonas pregando em Nínive

Após tamanha experiência dolorida, Jonas obedece a ordem de Deus indo finalmente para Nínive.

Chegando lá começou a anunciar o que Deus lhe havia revelado, pois dentro de 40 dias Nínive seria destruída caso não se arrependesse.

Com sua pregação, o Espírito Santo convenceu uma cidade inteira, chamada Nínive, ao arrependimento.

Foi tão forte a conversão dos ninivitas, que proclamaram um jejum, se vestiram de pano de saco e toda a cidade se humilhou à Deus em busca de sua misericórdia:

“E Deus viu as obras deles, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha anunciado lhes faria, e não o fez.”

(Jonas 3:10)

A missão de salvação foi completada com muito sucesso!

Jonas fica Irado

Diante de tamanho arrependimento, conversão e salvação, Jonas fica irado.

Parece controverso, mas foi exatamente o que aconteceu.

Muitos sugerem que assim foi porque sentiu um ciúme e sentimento de vingança, pois todo aquele povo era pagão e inimigo do povo hebreu.

Ficou tão irado e desanimado que justificou o motivo de ter tentado ir anteriormente para Társis.

Jonas sai da cidade e monta uma cabana para ver o que iria acontecer com a cidade de Nínive e seus habitantes.

Jonas e a Aboboreira

Deus novamente usa a força da natureza para ensinar algo para o profeta e faz nascer uma aboboreira.

A aboboreira subiu por cima de Jonas fazendo sombra sobre a sua cabeça, ele se alegrou em muito por causa disso.

Mas Deus envia um verme no dia seguinte que estraga a aboboreira a ponto de secá-la totalmente.

Depois vem um sol tão forte que faz Jonas desmaiar, no qual se ira mais ainda pedindo à morte.

Deus fala com ele questionando-o a pensar:

“E disse o Senhor: Tiveste tu compaixão da aboboreira, na qual não trabalhaste, nem a fizeste crescer, que numa noite nasceu, e numa noite pereceu;

E não hei de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive, em que estão mais de cento e vinte mil homens que não sabem discernir entre a sua mão direita e a sua mão esquerda, e também muitos animais?”

(Jonas 4:10,11)

O que podemos aprender com Jonas?

Com isso entendemos como Deus opera na vida dos seus servos.

Deus não estava “punindo” ou “castigando” ele, mas estava agindo para despertá-lo espiritualmente!

Há momentos de provações na vida de um servo, que serve para ele entender algo, para amadurecer, para desenvolver, para ter experiência de testemunho, para fazê-lo mais forte!

A pior escolha de um servo é tentar fugir do seu chamado, porém a melhor escolha é obedecer!

Quando Deus escolhe alguém é porque há grandes planos com essa pessoa e por mais que não se veja capaz, a condição nunca virá dela, mas de Quem a escolheu!

Não olhe para as dificuldades, pois elas sempre existirão!

Se você um dia foi chamado por Deus e hoje está tentando fugir, não espere ser lançado no mar de problemas ou engolido pelas circunstâncias, mas cumpra o teu chamado!

E quando Deus te usar grandiosamente, nunca questione a vontade Dele, pois Ele é o Senhor e nós somos teus servos!

Deus abençoe a sua vida!

Compartilhe e abençoe alguém também…

Saiba mais: Quem foi Zaqueu?

5 1 voto
Avaliação do Artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários
0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
Rolar para cima