O Chamado de Jeremias e a Vara de Amendoeira

Chamado-De-Jeremias-Vara-De-Amendoeira

Jeremias ainda era jovem quando foi chamado por Deus para profetizar às nações e a Vara de Amendoeira é revelada para ele como ponto inicial de seu futuro ministério de profeta.

Neste artigo você encontrará as revelações do chamado desse grande profeta do Antigo Testamento, que certamente nos trás grandes lições.

Como foi a Chamada de Jeremias?

O profeta Jeremias foi a última tentativa de Deus para alertar o povo antes do cativeiro babilônico.

Tinha por volta de apenas 20 anos de idade, quando recebeu o chamado de Deus para profetizar.

Jeremias era filho do sacerdote Hilquias e como de costume na época, seguiria o ofício de seu pai, pois o sacerdócio era herdado.

Possivelmente seus planos de ser um sacerdote estava em sua mente, pois aos 25 anos de idade entraria na escola dos sacerdotes, para se formar com 30 anos e começar o ofício sagrado.

Ali aprenderia a como sacrificar os animais, a queimar o incenso, a como manter os pães da proposição, a como manter o candelabro aceso, estudaria todas as leis mosaicas, porém tudo repentinamente mudou, quando Deus o chamou.

De Futuro Sacerdote para Profeta

Deus fala pessoalmente com ele mudando por completo seus planos pessoais:

“⁴ Assim veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
⁵ Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta.
⁶ Então disse eu: Ah, Senhor DEUS! Eis que não sei falar; porque ainda sou um menino.
⁷ Mas o Senhor me disse: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás.
⁸ Não temas diante deles; porque estou contigo para te livrar, diz o Senhor.
⁹ E estendeu o Senhor a sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o Senhor: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca;
¹⁰ Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derrubares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares.”
(Jeremias 1:4-10)

Certamente Jeremias ficou assustado, pois nem mesmo os sacerdotes ouviam a Voz de Deus, mas apenas o Sumo Sacerdote aos 45 anos de idade.

Aquela Voz, que vinha do próprio Deus, estava o convocando para uma missão espiritual diferente de seus planos ou de sua família.

Muitos confundem e até acreditam ser a mesma coisa, o sacerdote e o profeta, mas ambos possuem funções completamente distintas, embora sirvam o mesmo Deus.

Qual a diferença entre Sacerdote e Profeta?

O sacerdote deveria ser da família dos sacerdotes e precisaria estudar por anos para que finalmente, com apenas 30 anos de idade, iniciasse o serviço sagrado no Templo.

Como sacerdote, sua função espiritual seria de ser um representante do povo para com Deus, para levar seus pedidos, sacrifícios e súplicas.

O profeta é diferente, pois não haveria necessidade de ser de alguma família ou tribo específica, mas apenas ter sido chamado e escolhido por Deus.

Sua função espiritual, diferente do sacerdote, não era representar o povo à Deus, mas o contrário.

Era a Voz de Deus na Terra, ou seja, representava o próprio Deus, para alertar e exortar o povo, com profecias que poderiam se cumprir, tanto no presente, como no futuro.

A Vara de Amendoeira

Após Deus ter chamado e ungido os lábios de Jeremias para profetizar, revela uma visão gloriosa de uma Vara de Amendoeira:

“¹¹ Ainda veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira.

¹² E disse-me o Senhor: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la.”

(Jeremias 1:11,12)

A árvore de amendoeira chega a aproximadamente de 6 a 8 metros de altura, suas varas se aproximam de 70 centímetros.

Em hebraico, “amendoeira” tem a mesma escrita de “velar”, (שקד) com uma única diferença fonética: “Shaked” para “Shoked”.

Ou seja, “velar”, “vigiar”, assim seriam todas as palavras que Deus tinha revelado para o ministério profético de Jeremias: Ele se atentaria para cumprir tudo!

Agora leia abaixo, as grandes revelações da primeira visão de Jeremias, que serviu para ele e que também, serve para a nossa vida!

4 Revelações da Vara de Amendoeira

Quando Deus mostrou para Jeremias a Vara de Amendoeira, expôs 4 revelações fantásticas para seu ministério de profeta: Autoridade, Resistência, Fruto e Unção.

1. Autoridade

Vara-De-Amendoeira

Muitos os escolhidos de Deus no passado carregavam uma vara ou cajado em mãos, tais como:

  • Jacó (Gênesis 32.10);
  • Moisés (Êxodo 4.2);
  • Arão (Números 17.8);
  • Eliseu (2 Reis 4.29).

Com o uso da vara, todos esses homens viram o poder da autoridade de Deus, através de manifestações divinas marcantes na história bíblica.

Deus estava revelando para Jeremias que lhe daria a mesma autoridade, para que assim, profetizasse sem medo dos opositores!

Jeremias não poderia se intimidar com a sua inexperiência ou juventude, pois a autoridade de profetizar, não viria de condições humanas, mas sim de Deus!

2. Resistência

Resistência-Vara-De-Amendoeira

A Vara de Amendoeira é muito resistente, pois se envergá-la ao ponto de formar um círculo, ela não se quebra.

Deus estava mostrando para Jeremias que seria necessário ele ser resistente aos muitos ataques que sofreria pelas muitas perseguições que sofreria ao longo de seu ministério.

Na Vara de Amendoeira dá dois tipos de flores: As Doces (Flores Rosadas) e as Amargadas (Flores Amargas).

Assim seria a jornada de Jeremias: Momentos doces pelas revelações exclusivas de Deus à ele, porém também momentos amargos de rejeição do povo em relação às profecias.

3. Fruto

Fruto-Da-Vara-De-Amendoeira

A árvore de amendoeira é a primeira a dar frutos na Palestina, independente da estação do ano, sendo a única que dá frutos com antecipação e em épocas diferentes.

Mesmo que todas as demais árvores não garantem o fruto, a amendoeira garante, pois é a única árvore que dá fruto o ano todo.

Todo escolhido de Deus para servi-Lo precisa estar consciente da responsabilidade de dar frutos do Espírito Santo, mesmo convivendo em meio as “árvores infrutíferas”.

Não tem como querer servir à Deus sem dar fruto e isso independente de qual estação você esteja passando em sua vida!

“⁴³ Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto.

⁴⁴ Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos.”

(Lucas 6:43,44)

Deus estava conscientizando Jeremias da responsabilidade de não somente profetizar aquilo que Ele revelaria, mas seria dever natural dele de dar fruto, ou seja, um bom testemunho.

4. Unção

Óleo-De-Amêndoa

Uma coisa indispensável para qualquer escolhido de Deus é a Unção do Espírito Dele, para executar o seu chamado com excelência.

Na antiguidade o Óleo de Amêndoa servia para extrair perfume, mas também era utilizado como remédio.

Pois é muito comum o uso no Sudeste Asiático e do Mediterrâneo desde a antiguidade, embora hoje sabemos que ele é rico em vitaminas E e D, cálcio, potássio, zinco e magnésio.

Quando por exemplo, alguém era picado por uma cobra, se aplicava o óleo de amêndoa para anestesiar a dor, e até extrair o veneno.

Ou seja, quem tem unção o diabo pode até tentar ferir, mas não têm poder de matar.

Semelhantemente o que aconteceu com o apóstolo Paulo na Ilha de Malta (Atos 28.3)

A Unção do Espírito Santo capacita o servo de Deus para executar os Dons espirituais em prol de Sua obra e conforme a Sua vontade, conforme está escrito:

“⁸ Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;

⁹ E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;

¹⁰ E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.”

(1 Coríntios 12:8-10)

Conclusão

Deus está à procura de pessoas dispostas a servi-Lo de todo o coração, com uma obediência total e sincera.

Pessoas que serão escolhidas por Ele para dar o que deu a Jeremias e a outros tantos que O serviram:

  • Autoridade: Para pregar com intrepidez, evangelizar com ousadia, sem medo de oposições ou rejeições;
  • Resistência: Para suportar os dias amargos das lutas por causa do evangelho e se contentar com as revelações espirituais do altíssimo;
  • Fruto: Tendo a responsabilidade de dar bom testemunho à todos, não gerando escândalos e sim estimulando à vida de santidade;
  • Unção: Para Curar, Libertar, Salvar e se manter firme, sem se contaminar com os venenos nocivos deste mundo.

Conclui-se que aquela Vara de Amendoeira era a representação do próprio Jeremias!

Que seu ministério seja semelhante, de muita autoridade, resistência, frutos e unção!

Não desanime diante das lutas e provações sofridas para cumprir o seu chamado, pois Deus estará no controle de todos os detalhes e confirmará que é contigo!

Deus abençoe a sua vida!

Compartilhe e abençoe alguém também…

5 1 voto
Avaliação do Artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários
0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
Rolar para cima